"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Segredo


Desconheço a autoria da imagem

Andorinha no fio
escutou um segredo.
Foi à torre da igreja,
cochichou com o sino.

E o sino bem alto
Delém-dem
Delém-dem
Delém-dem
Delém-dem!

Toda a cidade
ficou sabendo.

Henriqueta Lisboa



quinta-feira, 22 de junho de 2017


Fotografia minha

Hoje visitei a beira do abismo
Eu e meu jeans
No fundo, sempre achamos que o tempo não iria passar
Acocorei-me sobre o limbo que cobria o chão que pisava
Abotoei uma borboleta amarela na lapela
Cobri-me daquele sol desbotado e velho
Apanhei um cogumelo solitário que insistia em crescer na pedra
Cheirei duas nuvens passageiras
Mas resolvi não olhar para o espelho do mar.
E o azul acima da minha cabeça sempre me desafiando:
Resolvi seguir pra lá.
Estou cansado de tentarem me convencer que envelheço.

Celso Mendes

terça-feira, 20 de junho de 2017


arte surreal de Elton Fernandes

Para voar é preciso
mais do que asas
e ar,
é preciso cortar 
os medos
que nos esperam
cada manhã
ao pé da cama,
no parapeito da janela.
Cortar o medo
com faca afiada
em pequenos pedaços
e então romper o espaço
que separa o chão 
do céu.

Roseana Murray


domingo, 18 de junho de 2017



É preciso avisar toda a gente
Dar notícia, informar, prevenir
Que por cada flor estrangulada
Há milhões de sementes a florir.

É preciso avisar toda a gente
segredar a palavra e a senha
Engrossando a verdade corrente
duma força que nada a detenha.

É preciso avisar toda a gente
Que há fogo no meio da floresta
E que os mortos apontam em frente
O caminho da esperança que resta.

É preciso avisar toda a gente
Transmintindo este morse de dores
É preciso, imperioso e urgente
Mais flores, mais flores, mais flores.


João Apolinário


quinta-feira, 23 de março de 2017

Dorme, amor


Arte de Ibuki Satsuki 

Dorme, amor!...
Uma estrela nascente 
Treme, suave, quando vem o vento leve. 
Vibrando com o frio, o portão 
Desenha os seus contornos no crepúsculo. 

 Dorme!... Esta noite serei uma pomba, 
Descerei, leve, sobre a tua cortina, 
Para sobre o peito te cruzar as asas, 
E sem ruído,depois, te abraçar.

  Illé Tuktash 
 (trad. Maria Etelvina Santos)


domingo, 27 de novembro de 2016

Sobre a dor



Dor que cala 
prende choro 
revira a vida, 
vira mágoa. 
Dor bonita 
é dor vivida
escrita, 
esquecida, 
em estado de
l á g r i m a. 

Priscila Rôde


domingo, 10 de julho de 2016

Memórias de Dulcineia VII


Imagem Google

Quero que me devolvam o meu riso.
Inocente ou perverso, pertence-me.
Ouço-o, ainda, pela infância
fora quando ecoa na remota
memória da alegria.
Ouço-o na hora
de desocultar segredos,
golpeando palavras
ou inesperados silêncios.
Ouço-o, mesmo sabendo
que já não é possível
forjar, na voz, o breve instante
que vai do espanto
à original pureza do olhar.

Graça Pires


Às vezes


Foto minha

Às vezes, subitamente, a poesia te visita.
Pura.
Infinitamente pura.
Como uma rosa.
Melhor ainda:
como a idéia de rosa.

Emilio Moura


quinta-feira, 30 de junho de 2016


Arte de Igor Morski

Num espaço falso entre o que fui e o que sou 
perduram as frases que eu não disse 
aqueles gestos que eu não quis fazer 
e toda a história da minha vida 
que o destino não pôde escrever. 

Olavo Rubens

Esse lado de mim


Imagem Invisible Man (daqui)

Esse lado de mim que vive
Desejando partir 
É minha metade forasteira, 
Selvagem e traiçoeira... 

Chega ansiando ir embora, 
Parte pensando em voltar, 
E amarga uma impaciência que não controla... 

Esse lado de mim que passeia pela vida 
Sorrindo diante do intocável, 
Brilhando olhos de lobo, 

Voz mansa quebrando o silêncio, 
É a parte de mim que não sabe o que quer, 
Minha metade cansada, 
Frágil e sensível... 

Deseja ser guiada por um sonho, 
Brincar na memória de alguém, 
Ser parte eterna de uma alma 
Que já aprendeu a amar... 

  Débora Böttcher



Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página