"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

sexta-feira, 31 de julho de 2009

.
.
Eu, quando choro, não choro eu.
Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu.
As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.
.
António Gedeão

.

6 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Flor,

Chorar sofrimento dos outros é uma forma de desprendimento. Uma forma de amor.

Beijos!
Alcides

Helena Arruda disse...

Belos versos de Antonio Gedeão para a solidariedade.

Beijos, Flor, com votos de um final de semana especial para ti!

Flavio Ribeiro disse...

Sensível poema, amiga Flor, ao toque dessa doce música francesa!

Uma Interlúdio de qualidade, sempre!

Beijos!

Flor ♥ disse...

Alcides,

é uma demonstração de solidariedade e fraternidade.

Boa semana!

Bjs.

Flor ♥ disse...

Helena,

Se a humanidade aprendesse a chorar assim, talvez tivessemos um mundo melhor.

Beijos e boa semana!

Flor ♥ disse...

Obrigada, Flávio... tua presença carinhosa sempre enriquece o nosso Interlúdio!

Beijos.

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página