"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

"Meu Querido Diário"



Querido diário,
Cansei do cinza.
Além do lápis preto,
trouxe minha caixa de lápis de cor
Por favor, não acorde
as minhas palavras adultas,
hoje vou desenhar...
Uma casa com chaminé e fumacinha,
Margaridas por toda volta,
Ahhh e uma horta
Eu detesto natureza morta.
Borboletas, joaninhas
e um sorriso imenso,
um cão sem coleira
e um passarinho, a gaiola dispenso.
Uma janela aberta,
uma menina de trança
e um coração cheio de esperança,
Mas como vou desenhar a esperança,
meu querido diário?
Esperança não se desenha
Nem a lápis, nem a pena
Esperança é a borracha
que apaga tudo que estraga a cena!


Imagem Google, sem autoria mencionada

2 comentários:

HSLO disse...

Lindo poema...de linguagem simples e tao encantador.


abraços
de luz e paz

disse...

Cheguei aki atravéz de uma imagem do teu outro blog,fiquei fiz uma visinta e gostei,então vou fikar aparecendo sempre.
Seguindo-te.

Beijos

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página