"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

domingo, 22 de maio de 2011

"De Amor"


Desconheço a autoria da imagem

Não chores meu amor,
Eis-me aqui para sempre!

Concedo-te meu coração
Embalsamado com sal grosso
E alecrim;
Consuma-o com sofreguidão
Na flecha que quiser,
No fogo que escolher.

Não chores meu amor
Eis-me aqui pra sempre!

Concedo-te o meu extremo
Porque te amo tanto
E tão somente
Que és a única a saber
O dia e a hora que escolhi
Para morrer...

De amor

Oswaldo Antônio Begiato


2 comentários:

Lau Milesi disse...

Olá, boa tarde. Cheguei ao seu blog à deriva e adorei o que vi. Falar de/sobre amor sempre emana boas energias.
Parabéns por sua sensibilidade!!!

Um abraço carioca.

Ana Tapadas disse...

Querida Flor,
poema lindo e triste. Convivo diariamente com a doença de meus pais...comoveste-me.
Bj

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página