"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

sábado, 19 de novembro de 2011

"Da Cidade Interior"

Desconheço a autoria da imagem

Na minha cidade interior, tombou a noite
mansamente,
e acenderam-se pelas ruas humildes lampiões
de clarão morto e parado,
e as árvores longas dos jardins cresceram na
sombra densa
e no lajedo escuro dos passeios adormeceram os
passos dos passantes...

Na minha cidade interior, as ruas prolongam-se
nas estradas,
as ruas barrentas nas estradas barrentas, de onde
vem o cheiro da terra virgem,
e que se perdem na insondável distância, que é
um apelo
a todos os meus sentidos espirituais...

A minha cidade interior é um grande sonho de
humildade,
em que fermentam desejos de perdidas aventuras
anônimas
e ansiedades infinitas por ignotos mundos de
além...

Tasso da Silveira, in
Canções a Curitiba & outros poemas


Nenhum comentário:

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página