"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

quinta-feira, 21 de março de 2013




Meus primeiros poemas escrevi-os 
no silêncio sobre uma folha 
de nada e cetim 
arrepiada no beijo das calemas.
Ninguém os leu, ninguém os viu 
adivinhei-os inteirinhos só para mim. 
E ao fim das tardes roxas de paixão
vinha de mansinho pendurá-los na cabeleira 
verde-mar das casuarinas 
xaxualhando pela noite uma canção 
voz de mágoa 
de nada e de cetim 
adivinhando as saudades bailarinas
da terra que não sai dentro de mim.

Namibiano Ferreira


Um comentário:

Estrela vespertina... disse...

esses versos de onde viemos, e trouxemos saba-se lá de onde, as lembranças, doces, verdadeiras, únicas aquelas que só nos conhecemos, e canta-se e espalha-se o que há de mais verdaddeiro.

belo verso!

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página