"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

"Evolução"

.
Caem as folhas de repente
brotam outras pelos ramos,
murcham as flores, surgem pomos
e a planta volta à semente.
Assim somos. Sutilmente
diferimos do que fomos.
Impossível transmitir
por secreto e singular,
o acrescentar e perder
desse crescer que é mudar.
.
Helena Kolody

.

6 comentários:

magna disse...

oie flor,texto curto porém falou tudo estamos sempre assim nunca seremos como antes e nunca futaramente estaremos como somos,a vida é transmutar.bjusss

Andradarte disse...

Mutações constantes, acompanhando as estações, mas num crescendo.
Beijo

A Palavra Mágica disse...

Flor,

Amadurecer é preciso. Mas "sem perder a ternura".

Beijos!
Alcides

Flor ♥ disse...

Oi, Magna!

Todos temos essa necessidade de mudanças. E mudar é crescer, pois sempre acarreta em nós alguma perda, e envolve riscos, pois passamos do "conhecido" para o "desconhecido".

Bjs.

Flor ♥ disse...

Andrade,

Só se chega ao crescimento através dessas mudanças.

Bjs.

Flor ♥ disse...

Alcides,

Doce recordação de Che...

Obrigada, querido!

Bjs.

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página