"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

"Poemas aos Homens do Nosso Tempos"


"Passos perdidos", fotografia de Leonardo Amaro Rodrigues

(VIII)

Lobos? São muitos.
Mas tu podes ainda
A palavra na língua
Aquietá-los.

Mortos? O mundo.
Mas podes acordá-lo
Sortilégio da vida
Na palavra escrita.

Lúcidos? São poucos.
Mas se farão milhares
Se à lucidez dos poucos
Te juntares.

Raros? Teus preclaros amigos.
E tu mesmo, raro.
Se nas coisas que digo
Acreditares.

Hilda Hilst
“in” Poesia (1959-1979)


3 comentários:

Ana Tapadas disse...

Hoje fui atingida pelo poema...faz cinco anos que morreu a minha melhor amiga...Lena.
Bjs

Sonhadora disse...

Minha querida
Um poema profundo e tocante...triste.

beijinhos com carinho
Sonhadora

Helena Castelli disse...

Venho trazer um pouco de poesia e desejar que seu fim de semana seja de mil cores, que tenhas muitas alegrias!


Com Novembro a chiar nestas cigarras
as acácias sangrando suas flores
e um sol afirmativo num céu alto

Espero a tua carta e a minha vida

Uma pausa do tempo em minhas mãos
preenchida
pela contagem das horas
nas cigarras e pétalas caídas.

Mário António
(poeta angolano)

Bjs

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página