"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

domingo, 18 de junho de 2017



É preciso avisar toda a gente
Dar notícia, informar, prevenir
Que por cada flor estrangulada
Há milhões de sementes a florir.

É preciso avisar toda a gente
segredar a palavra e a senha
Engrossando a verdade corrente
duma força que nada a detenha.

É preciso avisar toda a gente
Que há fogo no meio da floresta
E que os mortos apontam em frente
O caminho da esperança que resta.

É preciso avisar toda a gente
Transmintindo este morse de dores
É preciso, imperioso e urgente
Mais flores, mais flores, mais flores.


João Apolinário


3 comentários:

Victor Barão disse...

Desde logo é um prazer constatar este reavivar do "Interlúdio".

E depois esta postagem em concreto, parece-me muito adequada ao trágico momento que se vive em Portugal, em precisa sequência de incêndios florestais, com dezenas de mortes humanas, além de toda a destruição do meio natural. Vou partilhar no G+

Abraço e boa semana

Dalva Nascimento disse...

Caro amigo Victor Barão,

Receba meus agradecimentos por seu carinho com o Blog Interlúdio! Saiba que a casa é nossa, sinta-se a vontade para vir quando quiser e comentar sempre que se sentir tocado pela poesia que, mesmo em momentos como estes, suavizam o sofrimento. Receba também esta postagem, no nome de todos nós, brasileiros, com os mais sinceros sentimentos pelo trágico incêndio que destruiu a floresta e o coração dos portugueses.

Grande abraço,
Dalva

Victor Barão disse...

Obrigado eu, desde logo pela "porta aberta" do Interlúdio! A partir de que redobro a gratidão em meu nome pessoal e de Portugal, de todos os portugueses, pela sentida dedicatória desta postagem por parte da Dalva, em respectivo nome de todos os Brasileiros, face ao drama derivado da tragédia incendiária de que parte de Portugal ainda está a sofrer.

Com grata amizade

VictorB

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página