"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

domingo, 2 de agosto de 2009

"Reflexo"

.
. No quarto escuro
Um pé de vento
Chutou minha janela
E saiu andando.
.
Um relâmpago clareou minha angústia.
Um trovão acordou minha noite.
.
Tentei fugir pelo espelho,
Percebi que já estava dentro,
Eu era o reflexo do meu medo.

.
Said Lucas de Oliveira Salomón

.

14 comentários:

Laricia disse...

Flor amiga,

o medo dos trovões e das tempestades sempre esteve presente na minha vida...

Que belo poema!


Um beijinho carinhoso em ti.

Monica disse...

Gostei do pedaço que fala:

"Um relâmpago clareou minha angústia.
Um trovão acordou minha noite."

Afinal, podemos sempre aproveitar esses momentos que nos causam algum terror e medo para clarear nosso entendimento e nos conhecer um pouco mais.

Uma semana poética, minha amiga Flor!

Bjs.

Flavio Ribeiro disse...

É sempre salutar um pouco de vento fresco em nosso interior sombrio...

Beijoca, querida!

Denise disse...

Abrir as janelas,deixar que sobre o vento e com ele as energias que mandem os medos embora........e traga "Vida".

beijo

Ana Tapadas disse...

Lindo o poema e a foto muito sugestiva. Adorei, amiga.
beijinho

* Patty Meirelles * disse...

A melhor mensagem é aquela
que sai
em silêncio de nossos
coraçoes e aquece com ternura
os corações daqueles que
nos acompanham em nossa
caminhada!
Desejo-te uma excelente semana!
Bjks;
Patty

A Palavra Mágica disse...

Flor,

Não vou dizer que tenho medo de tempestade, porque de um modo ou de outro tenho que enfrentá-la. Mas quando o trovão grita em meu ouvido é assustador.

Sou mais forte. Ele é apenas um trovão. Eu sou um menino.

Beijos!
Alcides

Flor ♥ disse...

Larícia, também temo essas manifestações violentas, mas elas são necessárias!

Beijinho, querida!

Flor ♥ disse...

Monica

esse é o segredo: tudo tem seu lado bom e produz aprendizado!

Beijos, querida!

Flor ♥ disse...

Oi, Flávio!

Certamente arejar corações e mentes sombrias sempre faz bem!

Bjs.

Flor ♥ disse...

Oi, Denise!

Esse mesmo vento que assusta também traz vida nova...

Beijos, querida, grata pela visita e pelo comentário!

Flor ♥ disse...

Aninha,

Adoro tua visita... sempre deixa um ar de "brisa leve e suave"...

Beijinhos!

Flor ♥ disse...

Patty, sempre querida e bem-vinda por aqui...


Um beijo!

Flor ♥ disse...

Alcides,

Tenho medo de tempestade, trovão, relampago, mas esse medo não me impede de admirar o espetáculo que é uma tempestade no mar... pode ser perigoso, mas as ondas altas e encapeladas, o céu escuro iluminado pelos raios é algo inexplicável, de uma força tão poderosa que inspira... talvez por isso cause medo.

Beijos, poeta!

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página