"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

domingo, 9 de agosto de 2009

"Disfarces"

.
.
Quando travestida em matas
me faço abelha laboriosa, fecunda
fabricando o mel-do-monte.
.
Quando travestida em mar
brinco ser golfinho azul e sem alarde
comungo alegria com sereias. Sem confronte.
.
Quando travestida em rios
acalanto canoas no cais dos terraços
na hora em que o sol se esconde.
.
Quando travestida em lagos
igual aos lagos de Monet
pinto ninféias sob pequenas pontes.
.
Quando travestida em cidade. Deus!
Leio Quintana para disfarçar a saudade.
.
Ivanise Mantovani

.

4 comentários:

Helio Penna disse...

Querida Flor,

linda poesia, uma escolha perfeita para iniciar a semana!

Beijos.

Flor ♥ disse...

E que esta semana te seja benefica, em todos os teus disfarces...

Beijinho, querido!

Monica disse...

O amor não precisa de disfarces, seja de que tipo for...

Beijo, Flor!

Flor ♥ disse...

Sim, Monica, o amor não precisa de disfarces... mas um pouco de fantasia não faz mal,não é?

Bjs.

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página