"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

domingo, 13 de setembro de 2009

"Inebrio"

.
.
Que se perdure
esta sede
que embriaga
meus sentidos
e que nos metros
de saudade
que nos separam
minha ponte
encontre
a sua
e no remanso
da aurora
não me fuja
a poesia .
.
Cláudia Gonçalves

.

6 comentários:

sagitario disse...

lindo poeme, tão curto mas diz tanta coisa.
um lindo domingo,
seja feliz e
fique feliz

Melissa disse...

Um poema tão lindo quanto uma oração. No fim, só posso dizer:
Amém!

Bom dia, Flor!
Melissa

magna disse...

"minha ponte
encontre
a sua
e no remanso
da aurora
não me fuja
a poesia ."
tenho procurado algumas pontes,elas nos unem!!!

Flor ♥ disse...

Querida amiga Sagitário,

A você também desejo um dia pleno de poesia...

Beijos!

Flor ♥ disse...

Ah Mel... dizer amem a versos como esses... assim seja!

Bjs.

Flor ♥ disse...

Magna,

Se todos nós procurassemos construir pontes, certamente nos encontrariamos no meio do caminho. E o que é a vida, senão a arte do encontro (parafraseando o poeta...)

Bjs.

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página