"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

terça-feira, 15 de junho de 2010

"Anestesia"

.
.
Por trás de mim
vejo-me combalido
tombado sobre a relva
úmida de sereno.

Sereno durmo
e meu adormecer se alonga na noite
castigado por meus sonhos.

Não desperto.
Despertar é uma utopia:
É como carregar o mundo.

É como ser o mundo.

Oswaldo Antônio Begiato

.

5 comentários:

Ana Tapadas disse...

Querida Flor:
Anestesia - vivemos nela, por vezes.Já a experimentei outras vezes cirúrgica e tremenda...
A vida amiga, a vida,
beijinho

Bipede Implume disse...

Querida Flor
Cada vez que chegamos em teu blogue, encontramos paz e serenidade e sabe muito bem.
Uma semana cheia de paz p'ra ti.
Beijinhos
Isabel

HSLO disse...

"é como ser o mundo"...brilhante isso...adorei.


abraços
de luz e paz


Hugo

Sél disse...

Oi Flor
É sempre bom encontrar Oswaldo Begiato...ele é maravilhoso, emocionante!
Tenho uns poemas dele em meu blog, todos são lindos e esse não foge à regra.
Bela escolha.
beijos querida

Fernando Campanella disse...

Todos nós sentimos assim tantas vezes, anestesiado, como a Ana disse acima, e o Begiato expressou de uma maneira tão linda, confessional, intimista, versos enxutos, simples, de grande beleza. Bjos.

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página