"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

quinta-feira, 17 de junho de 2010

"Cérebro e Coração"

.
Franz Xaver Winterhalter, 1864 - Portrait of Madame Barbe de Rimsky-Korsakov
Musée d'Orsay, Paris
.
Dizia o coração: "Eternamente,
eternamente há de reinar agora
esta dos sonhos teus nova senhora,
senhora de tu'alma impenitente."

E o cérebro, zombando: "Brevemente,
como as outras se foram, mar em fora,
ela se há de sumir, e há de ir embora,
esquecida também, também ausente."

De novo o coração: "Desce! Vem vê-la!
Dize, já viste tão divina estrela
no firmamento de tu'alma escura?"

E o cérebro por fim: - "Todas o eram...
Todas... e um dia sem amor morreram,
como morre, afinal, toda ventura!"

Medeiros e Albuquerque

.

Um comentário:

Fernando Campanella disse...

A eterna dicotomia razão/coração... o sentimento produz a eternidade enquanto passamos, velozes pela vida. Bjos.

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página