"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

terça-feira, 30 de setembro de 2008

"Separação"

.
.
Que a distância e a frieza do tempo
Não apaguem em mim o som do seu riso
Pois seríamos amor se as circunstâncias
não fossem íntimas do equívoco.
.
Que a poesia possa me perdoar,
Pelo silêncio em todos os meus sentidos.
Que os mais reticentes possam entender
Que eu não justifique minhas lágrimas
E tampouco o silêncio do meu lamento...
.
Que a solidão, em alguns momentos, não seja maior
Que as lembranças tantas das quais me alimento
E se em noites mais longas de inverno, a palidez da lua,
A alma de poeta, o vinho, a dúvida de humana natureza me aflijam,
que eu mesmo entenda e me volte a certeza:
há momentos em que o próprio amor fraqueja...
.
Tonho França

Nenhum comentário:

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página