"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

sábado, 20 de dezembro de 2008

.
.
As palavras que não te digo
Guardo-as todas comigo
Incandescendo no peito
Incendiando o meu leito
Nas noites de tua ausência.
As palavras que não enuncio,
Trago-as, à alma, acorrentadas,
Para não serem derramadas
Como um rio transbordante
Ao teu ouvido, neste instante.
As palavras de amor que guardo
Dir-te-ei algum dia decerto
Quando estiveres bem perto;
Serão como o fogo ardente,
Serão gestos simplesmente.
.
Shirley Carreira

Um comentário:

Christi... disse...

Oi Dalva, lindo texto, muito mesmo, como sempre postas palavras que nos fazem viajar, amar cada vez mais o poder imensurável da escrita, e de seus autores imortais.

Achei incrivelmente belo e admirável o seu amor e declaração de carinho pela blogagem da Flor, especial é o seu coração.

Grande beijo, venho sempre aqui, me deleitar em seu blog iluminado.

Chris

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página