"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

"Regalo"

Fotografia de Fernando Campanela

Quando meu pai
voltava da roça
trazia, além da alegria
garrafas de leite cru.
Às vezes, cestas de ovos
mangas maduras
polvilho, açafrão em pó.
Trazia o cheiro das coisas
sem malícia. A memória
dos pastos.
O azul.

Maria Esther Maciel


3 comentários:

Flor disse...

A memoria dos cheiros.
Um beijo
Flor

HSLO disse...

é bem real em minha vida esse poema.

abraços
de luz e paz Flor.

Agulheta disse...

Querida amiga.O que eu chamo um poema de cheiros e memórias,me encantou a simplicidade.
Beijinho Lisa

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página