"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

quarta-feira, 18 de março de 2009

"Confissão"

.
.
Que esta minha paz e este meu amado silêncio
Não iludam a ninguém
Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta
Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios
Acho-me relativamente feliz
Porque nada de exterior me acontece... Mas,
Em mim, na minha alma,
Pressinto que vou ter um terremoto.
.
Mario Quintana
.

16 comentários:

Bipede Implume disse...

Comecei a gostar de Mário Quintana porque os amigos brasileiros nos mostram este grande talento. E cada vez me surpreende mais.
Mas um reparo especial para a fotografia: Bela.
Um dia especial para ti.
Beijinho.
Isabel

Xana disse...

Muito intenso este poema ... adorei

beijos

Agulheta disse...

Flor!muito lindo o poema de Quintana,e quando li algo sobre o mesmo foi amor à primeira vista,a foto se enquadra no poema.
Beijinho

João Menéres disse...

FLOR

Passei para te visitar e deixar um beijo.
Tenho estado a descobrir o Mário Quintana aos poucos.

Luísa disse...

Simplesmente belo!
Uma brecha na terra a dar possibilidade da flor crescer...

Beijinho terno!

Ana Tapadas disse...

Também não conhecia bem Mário Quintana e estava a perder uma preciosidade da nossa poesia.
Obrigada Flôr!
Grande beijinho para ti

Mel disse...

Sei perfeitamente o que traduzem estas palavras, Flor...
Sei muito bem...

:) Um beijo grande!

Flor ♥ disse...

Comecei a gostar de Mário Quintana porque os amigos brasileiros nos mostram este grande talento. E cada vez me surpreende mais.
Mas um reparo especial para a fotografia: Bela.
Um dia especial para ti.
Beijinho.

Isabel,

Mário Quintana é o sumo da poesia contemporânea brasileira! Gosto muito dele, também, de sua simplicidade e lirismo!

Beijos, querida, e uma excelente quinta-feira prá ti!

Flor ♥ disse...

Oi, Xana,

Que bom que gostaste! O Interlúdio é assim: uma nova poesia todos os dias, e uma música diferente, também!

Beijos e volte sempre!

Flor ♥ disse...

Lisa,

Vale a pena conhecer a obra de Mário Quintana, vasta e linda!

Beijos, e uma quinta feira poética prá ti!

Flor ♥ disse...

Oi, João!

Repito o mesmo prá ti: Mário Quintana é o sumo da poesia brasileira e conhecer sua obra é uma descoberta imperdível!

Beijos!

Flor ♥ disse...

Luisa,

Escolhi essa imagem justamente por isso: esse "terremoto" interior capaz de nos fazer renascer!

Beijos, querida, e uma excelente quinta-feira prá ti!

Flor ♥ disse...

Ana,

Realmente uma preciosidade, sublime e profunda!

Beijos carinhosos, querida amiga!

Flor ♥ disse...

Oi, Mel...

ah... tem algum "terremoto" acontecendo por aí?!?! Creio que sim!

*_*

Beijinho...

A Palavra Mágica disse...

Com todo respeito à sua cidade natal, Alegrete (RS), Mário Quintana é um gaúcho com jeito de mineiro. Simples, mas que carrega por dentro a poesia contida nas águas das pedras.

Beijos!
Alcides

PS. Para os que ainda não conhecem sua obra:

Poeminho do Contra

Todos esses que aí estão
Atravancando meu caminho,
Eles passarão...
Eu passarinho!

Flor ♥ disse...

Alcides, descrição perfeita de nosso poeta Quintana: simplicidade capaz de calar ao coração!

Bjs.

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página