"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

domingo, 1 de março de 2009

"O Olhar"

.
.
É dentro do olhar que principia
essa penumbra que, expulsando o dia,
pouco a pouco enevoa tudo em volta
e onde era luz semeia escuridão.
.
E é dentro do olhar que a solidão
origina a tristeza e a revolta.
Mas é também por dentro do olhar
que a manhã se ergue nua e anda à solta
e brilha intenso o verde-azul do mar.
.
Torquato da Luz
.

6 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Lindo poema mostrando que sempre há um recomeço.

Beijos!
Alcides

luzdeluma disse...

Flor ♥ ! Não entendi porque o endereço da sua página no perfil do blogger, na coluna lateral, está como pra ser registrado. :( Boa semana! Beijus

Ana Tapadas disse...

Muito belo.
Beijinho

Flor ♥ disse...

Oi, Alcides!

Também gostei muito deste poema do Torquato da Luz... dentro do olhar nasce a escuridão e lá também pode brilhar a luz da manhã!

Bjs.

Flor ♥ disse...

Luma,

Boa noite, querida!

Não entendi nadinha do seu comentário!

=(

Flor ♥ disse...

Beijinhos muitos pra ti, Ana!

Excelente semana prá ti!

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página