"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Já me matei...

.
.
Já me matei faz muito tempo
Me matei quando o tempo era escasso
e o que havia entre o tempo e o espaço
era o de sempre
nunca mesmo o sempre passo
.
Morrer faz bem à vista e ao baço
melhora o ritmo do pulso
e clareia a alma
.
Morrer de vez em quando
é a única coisa que me acalma.
.
Paulo Leminski
.

14 comentários:

Nade disse...

Olá!
Em fevereiro, véspera de eu viajar de férias, fiz um selinho em homenagem aos amigos blogueiros, aos seguidores, aos blogs que sigo.
Fiz porque amo selos e eles são a melhor expressão de carinho aqui na blogosfera.
O seu é um destes!
Não só isso! É também de me fazer sempre presente para que vocês saibam que tem sempre alguém esperando ansiosamente as suas postagens...
Por favor, vá até ao Orgulho de Ser, pegue o selinho e rebeba-o com muito carinho.
A postagem é a Selo Orgulho de Ser - Parte II.
Espero que goste!
Grande beijo e um excelente final de semana!
Nade, do Orgulho de Ser.

A.S. disse...

Todos morremos um pouco quando se acaba um sonho!...


Doces beijos...

Flor ♥ disse...

Obrigada, Nade! Boas férias, aproveita bastante e volte logo!

Bjs.

Ana Tapadas disse...

Querida amiga:
Obrigada pelo teu carinho!
A minha vida de prof.ª em final de ano lectivo, mais coordenação de departamento e o mundo que me cai nas costas quando chega o final da semana...impedem-me de ser tão presente quanto desejava! Mas o carinho existe e permanece!
Vês ali na lateral do meu blogue?...as temperaturas começam a ficar boas e, isso, aquece-nos a alma!
«partir é morrer um pouco» ou «morrer de amor»...duas coisas boas e intensas!
Beijão

Me permita disse...

Oi, minha querida! Como estás?Sempre espero com ansiedade poder ter um tempinho para passar por aqui, nesse teu lindo espaço e colher as palavras e sentimentos dos teus doces textos... Morrer e renascer várias vzs durante a vida faz-nos pessoas mais fortes... Te desejo um lindo fds!

Bjim!

Sonia Regly disse...

Florzinha,
Se vc me permitir, eu gostaria de publicar uns fotopoemas seus de: Pablo Neruda, Paulo Leminski e Clarice Lispector. Aguardo seu retorno

O novo link do Compartilhando é:
www.compartilhandoasletras.com
atualize ára vc receber as atualizações dos posts.

Beijocas

Maldita Futebol Clube disse...

eu morro de vez em quando( quando o meu vasco perde!)... e não me faz nada bem...como sempre, inteligente texto e literato blog bjão leandro

Flor ♥ disse...

Albino,

E que os sonhos se renovem para que possamos sobreviver!

Bjs.

Flor ♥ disse...

Oi, Aninha...

que bom que as temperaturas por aí ficam mais amenas... aproveite o tempo, amiga! Por aqui, o calor de sempre! Sempre espero por uma oportunidade prá poder visitar teu cantinho, que eu amo!

Beijos e um ótimo final de semana!

Flor ♥ disse...

Oi, Arthur!

Adoro tuas visitas e teus comentário generosos! Um final de semana mágico prá ti...

Beijos!

Flor ♥ disse...

Sonia, meu anjo, fique a vontade... podes usar os fotopoemas que quiseres... tudo é público, e para o nosso crescimento!

Beijos!

Flor ♥ disse...

Oi, Leandro!

Ai... também morro um pouquinho a cada derrota do Vascão...

Quanto ao poema, esse é o grande espetáculo da vida: renascer a cada novo sentimento!

Beijos!

A Palavra Mágica disse...

Flor,

A vida tem pressa.

Às vezes é preciso morrer e ressucitar no mesmo dia.

Beijos!
Alcides

Flor ♥ disse...

Alcides,

que ritmo doido esse em que vivemos... pelo menos esperemos três dias para ressuscitar!

Bjs.

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página