"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

domingo, 17 de maio de 2009

"Porque"

.
.
Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão.
Porque os outros têm medo mas tu não.
Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.
.
Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.
.
Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.
.
Sophia de Mello Breyner Andresen
.

8 comentários:

Filomena disse...

Flor!

Este poema da Sophia!

Quanta verdade e sabedoria há nestas palavras!

Gosto especialmente desta poetisa, que tanto me ensinou na linda arte que é a escrita.

Beijos para si neste domingo


Filomena

Vista-se de Azul. disse...

Doce Flor,

Esse poema é para mim, como uma criança inocente na fase dos porquês. E geralmente nessa fase nunca encontramos quem nos responda...e ficamos sempre na dúvida, fantasiando respostas que
satisfaçam a nossa alma...

Lindo poema!!
Beijos!

Flor ♥ disse...

Filomena,

Sophia é grande pelo que representa na poesia portuguesa. Admiro muito a sua obra!

Beijos e bom domingo, querida!

Flor ♥ disse...

Glaucia,

essas indagações sempre se farão presentes em todas as fases de nossa vida. Um domingo lindo prá ti, amiga!

Bjs.

Ana Tapadas disse...

Florzinha:
boa noite!
Este poema é um dos meus preferidos.
Nos tempos que correm uma grande verdade...
Beijinho

A Palavra Mágica disse...

Flor,

Eu não conhecia este poema, obrigado pela oportunidade.

Imagino o indagado como um palhaço andando na corda bamba. Todos se machucam, ele não. E ainda nos faz rir.

Beijos!
Alcides

PS. The long and winding road é uma das minhas favoritas.

Flor ♥ disse...

Aninha,


também é o meu favorito de Sophia... sempre tão atual em seus versos!

Beijos, amiga!

Flor ♥ disse...

Alcides,

tivestes uma visão do interrogado muito pertinente. E não é assim que nos vemos as vezes?!?

Beijos!

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página