"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

quarta-feira, 20 de maio de 2009

"Luz Estranha"

.
.
Quem é que na planície abandonada
Vai andando com luz, que até dá medo?
À noite, ninguém passa pela estrada
E o lugar em que moro dorme cedo.
.
Que horas serão? Deve ser madrugada.
Insone, já me tem acontecido
Ficar por longas horas à janela
Vendo o dia que nasce e a pôr sentido,
.
A ver se sei enfim que luz é aquela,
Luz que já é familiar, embora estranha,
E por tanto me haver surpreendido
Principio a pensar que me acompanha.
.
Ribeiro Couto
em Poesias Reunidas
.

2 comentários:

Ana Tapadas disse...

Eu sou da planície, compreendo muito bem este poema.
Beijinho

Flor ♥ disse...

Oi, Ana... deve ser mesmo lindo a vida na planície! Por aqui temos muitas montanhas e montes, e a luz do sol sempre aparece por tràs das elevações!

Beijinhos!

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página