"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

domingo, 24 de maio de 2009

"Piedosa Mentira"

..
Ontem na tarde loura e de aquarela,
alguém me perguntou: “Como vai ela?
Como vai teu amor?” - Eu respondi: "Não sei.
Uma mulher passou na minha vida,
mas não lembro… ” E, nessa hora comovida,
como nunca lembrava-me de ti!
.
E menti por pudor… A mágoa que alvoroça
nosso peito é tão santa, tão pura, tão nossa
que se esconde aos demais.
E se uma voz indaga contristada:
"Estás sofrendo?” - “Não, não tenho nada…”
E é quando a gente sofre mais…
.
Menotti Del Picchia
.

4 comentários:

Me permita disse...

"Amar é como colher flores a beira do precipicio!" Muito lindo o poema! Adoro o estilo do teu blog! Beijo

Flor ♥ disse...

Arthur,

Que bom que gostas, pois este espaço da "poesia nossa de cada dia" é nosso para a partilha!

Bjs.

A Palavra Mágica disse...

Flor,

Se às vezes é dificil negar que se está amando, negar que se está sofrendo é guardar para si todas as dores do mundo.

Beijos!
Alcides

Flor ♥ disse...

Alcides,


essa negação é uma espécie de defesa nossa, de resguardo.

Beijos!

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página