"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

"A Velha Casa"

.
fotografia Irene Suchocki
.
Havia sempre no passado
o momento de grande gargalhada.
Corríamos pela casa
como duas crianças
e sacudíamos os lençóis
com nossos corpos.
Tínhamos em comum
a admiração da lua
e um certo jeito de olhar o mundo.
E mesmo hoje no passado
em que já nos encontramos distantes
ainda corremos pela casa
desabitada.
E só.
.
Heitor Ferraz Mello

.

4 comentários:

HSLO disse...

Boas lembranças...lindo demais esse texto.


abraços
de luz e paz.


Hugo

Andréia ... disse...

Boa Noite, Flor!

Primeiramente quero agradecer-lhe pela visita no meu blog! Seja bem vinda!

Muito lindo o poema!

Conheço seu blog a um tempo, porém não tinha o costume de comentar. Porém, é um excelente blog e com esplêndido conteúdo. Afinal, poesia é poesia! Traz e desperta sentimentos bons!

Melissa disse...

Retratando o meu coração por esta casa?
:) Muito bonito...

Beijos

Ana Tapadas disse...

Boas lembranças, amiga?
Confesso-te: velhas casas assustam-me um pouco. Contêm a memória de sonhos perdidos ou de velhas amarguras.
Beijinhos

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página