"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

.
.
Não me pisem,
já não danço —
o melhor que faço
é quando descanso.
Não me louvem,
estou cansado —
o melhor que escrevo
é quando apago.

Casimiro de Brito
Intensidades

.

7 comentários:

Bipede Implume disse...

Querida Flor
Ao som dos Beatles e com este poema um pouco tristinho, (mas a vida é mesmo assim) venho desejar-te um fim de semana de muita alegria e paz.
Beijinhos.
Isabel

A Palavra Mágica disse...

Flor,

Essas palavras de humildade do personagem tornaram o poema enorme. Belo!

Beijos!
Alcides

Eduardo Santos disse...

Olá amiga.É um prazer voltar ao seu cantinho, um lugar onde a poesia tem lugar de destaque e merece sempre uma leitua atenta. Saudações amigas

Jéll C. disse...

Gostei. Achei tão bonitinho *-*
;**

HSLO disse...

Amo a dança...nossa, fui dançarino durante 10 anos de minha vida...dancei em grandes palcos...


quanta saudades.

Sonhadora disse...

Minha querida flor
Como sempre belos poemas, escolhas boas.

beijinhos
sonhadora

Renata de Aragão Lopes disse...

MARAVILHOSO!

Beijo,
doce de lira

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página