"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

"Bloody Marry"

.
.
Na boca escarlate da noite,
passou-se a eternidade,
no pequeno tempo,
no úmido tempo daquele beijo!

Nas veias o sangue disparou,
uma manada de tintos corcéis
galopando desordenadamente,
batendo-se vermelhos,
contras as paredes das artérias!

Quanta vida em seu corpo,
no inebriante e rubro instante

...daquele beijo!

Lenise Marques

.

5 comentários:

Ana Tapadas disse...

Querida Flor:
Que linda imagem, forte e evocatória..tão bem entrosada com o poema.
Tudo de bom para ti, amiga.
Beijinho

HSLO disse...

Bem forte esse poema...adorei.


abraços


Hugo

Sonhadora disse...

minha querida Flor
Lindíssimo poema...enebriante.

Beijinhos

Agulheta disse...

Flor. O poema é forte e se reflecte nas cores da imagem que adorei.
Beijinhos Lisa

A Palavra Mágica disse...

Flor,

Há beijos que são assim: bicho solto em disparada na alma dos nossos sentidos.

Beijos!
Alcides

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página