"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

"Catarse"

.
.
Me coloco pra fora
Me exponho
Me lamento toda hora

Me construo desatino
Me destruo
Desabafo

Me escorro pelos olhos
Saio de mim para esquecer a tristeza
Lavo o rosto, o corpo,
e a alma!

Choro!

Fernanda Pittelkow

.

6 comentários:

Ana Tapadas disse...

Querida Flor,
Aí está um poema belo, que diz exactamente aquilo que eu não sou...talvez até gostasse de ser.
Beijinho amiga

Sonhadora disse...

Minha querida Flor
Maravilhoso poema...adorei.


Me escorro pelos olhos
Saio de mim para esquecer a tristeza
Lavo o rosto, o corpo,
e a alma!

Lindo

beijinhos
Sonhadora

Sam Seaborn disse...

Muito bonito ao ponto de acalmar a alma.

Ana Karina disse...

Amei! Lindo demais... não só o post como todo o blog!
Grande beijo!

HSLO disse...

Tenho feito isso...mas não consigo deixar a tristeza que ora existe em minha alma.


abraços


Hugo

Agulheta disse...

Flor! Já recomposta da tristeza de ter o filhote doente,venho agradeçer o teu carinho.Quanto ao poema lindo de verdade que não conhecia.
Beijinho bfs Lisa

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página