"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Fotografia de Nuno André Monteiro

Em que idioma te direi
este amor sem nome
que é servo e rei?

Como o direi?
Como o calarei?

É como se a noite se molhasse
repentinamente, quando choras.
É como se o dia se demorasse,
quando te espero e tu te demoras.

Albano Martins

3 comentários:

Bipede Implume disse...

Querida Flor
Poema lindíssimo com fotografia e música de fundo iguamente lindas.
Enquanto o mundo lá fora é um caos, aqui encontramos serenidade e um calor que nos leva a acreditar que a beleza é possível.
Obrigada.
Beijinho p'ra ti.
Isabel

Denise disse...

Sua sensibilidade para escolher poemas q falem de seus sentires é sempre uma grata e linda surpresa.

afagos

lis disse...

Gosto do Albano flor
me diz tudo que quero ouvir

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página