"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

domingo, 24 de outubro de 2010

"Os Livros da Minha Infância"


Fotografia daqui

As marcas sépias do tempo
nos livros da minha infância
são como luzes que se perdem
na distância do navio que se liberta do cais

Os livros da minha infância
guardam sonhos de terras distantes,
de cavaleiros andantes
e poetas, jograis, cancioneiros,
de princesas e marinheiros
das barcas vicentinas
que dobravam bojadores,
e frades de negras batinas.

As marcas sépias do tempo
nos livros da minha infância
são o espelho das rugas
que desenham no meu rosto
os caminhos que percorri
desde que os li,

os livros da minha infância

Jorge Santiago


2 comentários:

Ana Silva disse...

Sem palavras... apenas digo, lindo demais!

Gislene disse...

Oi, Flor!

Amo até hoje os livros da minha infância!
Amo tanto que passei aos meus filhos para lerem também, e digo que adoraram.
Tudo da infância é bom e mágico, quando ela é boa, é claro!
Lindo poema.
Linda música.
É sempre gostoso vir aqui.

Um beijo e até mais!
Com carinho,
Gislene.

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página