"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

sábado, 23 de outubro de 2010

"Solidão"


Imagem Google

O tilintar dos talheres assinala
que está posta a refeição

A toalha da mesa não revela os cerzidos
onde o tempo e o uso esgarçou as fibras

Difusa
a luz solar
vence a cortina que esvoaça

Em vestígios de uma canção
que aos comensais passa despercebida
andrógina voz canta as vicissitudes da solidão

A senhora tece comentários domésticos
aos quais o esposo assente cabeceando
olhos postos nos próprios pensamentos
ensimesmado num mundo
em tudo diferente deste
onde autômato mastiga engole bebe e concorda
pela conveniência de não imiscuir-se no que considera irrelevante

a mulher fala do factual

alheio
o homem delira
e pede a sobremesa.

Fred Matos


Um comentário:

Sonhadora disse...

Minha querida Flor
Como sempre um poema lindo, adorei.

Deixo o meu carinho de sempre e um beijinho
Sonhadora

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página