"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

terça-feira, 25 de novembro de 2008

"Não Me Queiras Pouco"

.
.
Não me queira pouco, porque o pouco é para todas,
é só para as mais afoitas.
Nesse assunto de querer, queira-me muito,
queira-me tudo, em tudo e mais um pouco.
.
Porque esse querer eu também quero,
eu também espero, eu também assumo;
e assumo para todo o mundo.
.
Nesse assunto de querer, queira-me muito,
porque eu também te quero muito.
Queira-me em tudo, porque eu também te quero em tudo.
.
Queira-me muito, queira-me em tudo;
em tudo e mais um pouco, em tudo e muito mais.
E assim, queira-me sempre.
.
Queiramo-nos sempre, como dois loucos.
Loucos de amor!
.
Adriano Hungaro

Um comentário:

Christi Xavier disse...

Lindo poema querida, um ótimo dia primeiramente. rs

O querer muito, o intenso, é o que realmente nos fazem saciados como seres humanos, como pessoas, o pouco, pra alguns importa, porque pouco conheceram do ser amado.
Quem muito ama, muito quer, muito exige de si e de quem com ele está.

Grande beijo,
Amo aqui

Christi.

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página