"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

terça-feira, 2 de junho de 2009

"Quem"

.
.
Quem pôs delírio na minha realidade?
Quem pôs realidade no meu delírio?
Quem fez a saudade alheia à vontade?
Quem fez a vontade alheia ao martírio?
Quem fez uma poesia distante da beleza
e tão inócua quanto um breu?
Quem sente assim tanta saudade de Teresa
Se Teresa nem morreu?
Quem insiste nessa rima besta
girando girando como um pneu?
A quem essa rima é a última coisa que resta
Sou eu! Sou eu! Sou eu!
.
Olegário Schmitt

.

2 comentários:

Ana Tapadas disse...

Flor:
Amiga que poema tão lindo!
É sempre bom passar por aqui, num pequeno intervalo dos meus longos serões de trabalho ao computador.
Beijinho

Flor ♥ disse...

Aninha,

a poesia tem esse poder: de ser refrigério entre os serões...

Beijos, querida!

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página