"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

.
.
Trago dentro do meu coração,
Como num cofre que se não pode fechar de cheio,
Todos os lugares onde estive,
Todos os portos a que cheguei,
Todas as paisagens que vi através de janelas ou vigias,
Ou de tombadilhos, sonhando,
E tudo isso, que é tanto, é pouco para o que eu quero.
.
Álvaro de Campos
.

5 comentários:

Andradarte disse...

Bonito...grande A. de Campos
Beijo

Bipede Implume disse...

Querida Flor
Podes levar o que quiseres do meu blogue, com todo o carinho.
"Mi casa es su casa"
Álvaro de Campos é um dos meus heterónimos preferido, sendo o Alberto Caeiro o primeiro.
Mais beijinhos.
Isabel

Helena Castelli disse...

Você é uma suave brisa feito poesia.

Beijos meus, com carinho.
Helena

sumartins disse...

Àlvaro me faz respirar fundo e viajar!! Minha imaginação flutua de encontro aos portos visitados e as janelas abertas!!

Beijos

A Palavra Mágica disse...

Flor,

Sempre queremos mais. Quem tem coragem conquista.

Beijos!
Alcides

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página