"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

quarta-feira, 11 de junho de 2008

.

.
A outra antepassada mais antiga ainda, avó da avó,
naquela singular escada feminina que subia no tempo,
casara-se aos treze anos com um marido de dezesseis.
Essa história me deliciava, pois a avó repetia o final sempre do mesmo jeito:
.
- Ela era tão criança ainda, que quando terminava de cozinhar
e limpar a casa ia brincar com suas bonecas.

.
- E eu sou neta dela também?
.
- Neta não: tataraneta.
.
O som era de algo muito remoto, os “tatatatata” perdendo-se
num desmedido, mas de qualquer forma estava em mim
também aquela esposa-criança com suas bonecas e seu [b]marido-menino.”
.
Lya Luft – in “Mar de Dentro”

Nenhum comentário:

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página