"Regresso devagar ao teu
sorriso como quem volta a casa..."

Manuel Antonio Pina

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

"Metamorfose"

.
.
Súbito pássaro
dentro dos muros
caído,
.
pálido barco
na onda serena
chegado.
.
Noite sem braços!
Cálido sangue
corrido.
.
E imensamente
o navegante
mudado.
.
Seus olhos densos
apenas sabem
ter sido.
.
Seu labio leva
um outro nome
mandado.
.
Súbito pássaro
por altas nuvens
bebido.
.
Pálido barco
nas flores quietas
quebrado.
.
Nunca, jamais
e para sempre
perdido
.
o eco do corpo
no próprio vento
pregado.
.
Cecilia Meireles

Um comentário:

Eugene ZAMIATIN disse...

tDISCURSO

"E aqui estou, cantando.

Um poeta é sempre irmão do vento e da água:
deixa seu ritmo por onde passa.

Venho de longe e vou para longe:
mas procurei pelo chão os sinais do meu caminho
e não vi nada, porque as ervas cresceram e as serpentes andaram.

Também procurei no CÉU a indicação de uma trajetória,
mas houve sempre muitas nuvens.
E suicidaram os operários de Babel.

Pois aqui estou, cantando!

Se eu nem sei onde estou,
como posso esperar que algum ouvido me escute?

Ah! Se eu nem sei quem sou,
como posso esperar que venha algures gostar
de mim?"

(Cecília Meireles)

Srª FLOR,

Só agora estou lendo o livro que citei na derradeira missiva virtual para a senhora. Parece tardio ler Machado De Assis nesta idade.
Na adolescência - apesar das limitações de escola pública - indicaram para mim o livro "Vidas Secas", o que lí com toda fúria juvenil. Conhecer o autor alagoano, que se quer me lembro mais o nome, era coerente pra quem tava na região nordeste, em época de seca!!!

A obra "Memórias Póstumas..." também era um livro regional - De glamour tipicamente daquele Rio de Janeiro no tempo de ímpério, porquanto igualmente regionalista - Mas acho que naquela época V.Sª teve a ventura de conhecer outras obras regionalistas das demais partes do país, afinal, o Estado do Rio De Janeiro sempre foi a vanguarda, apesar de têlo transformado em um estado pródigo.

Parece um contracenso - Mais acho que era falta de estrutura - não se abordar um Machado De Assis, na região nordeste.
(Em 1975, Durante o Regime Autoritário, o estado de Guanabara, fundiram o estado da Guanabara e o Rio de Janeiro, terminoando o ciclo do Rio de Janeiro como referência nacional nesse quesito)
A cidade do Rio por ser um patrimônio cultural brasileiro, merece mais cuidado da Federação, sugiro que a federalizem, transformado a área metropolitana num distrito federalizado. Esta é a única forma de combater a pobreza.

*

Acho que nunca é tarde pra estudar a literatura regional e universal do Rio de Janeiro; ainda estou no bê-a-bá nesta área. Agradeço bastante o apôio que tenho até agora recebido da senhora e de outras pessoas das quais agradeço os ensinamentos, através de poesias!

Boa Semana.
PS.
Estou relendo "O Último Discurso" de Chares Chaplin, (daquele filme que o mesmo é sósia de Hitler).

Interlúdio com ...

Will You Still Love Me Tomorrow - Norah Jones

Will You Still Love Me Tomorrow

Norah Jones

Tonight you're mine completely
You give your love so sweetly
Tonight the light of love is in your eyes
Will you still love me tomorrow?

Is this a lasting treasure
or just a moment pleasure?
Can I believe the magic of your sight?
Will you still love me tomorrow?

Tonight with words unspoken
You said that I'm the only one
But will my heart be broken
When the night meets the morning sun?

I like to know that your love
This know that I can be sure of
So tell me now cause I won't ask again
Will you still love me tomorrow?

Will you still love me tomorrow?
Will you still love me tomorrow?...

Postagens populares

Total de visualizações de página